A juventude não foi feita para o prazer, mas sim para o heroísmo!

Vamos lutar pela Vida desde a fecundação até a morte natural!

Não se esqueça! A força do Mal está na fraqueza do Bem! Então vamos defender o Direito à VIDA desde a fecundação(nascituro) até a morte natural! Meus caros eleitores paulista precisamos de 300 mil assinaturas, para que estas petições sejam levadas ao Poder Público do Estado de São Paulo para que se assegure o Direito à Vida. Acesse e assine a petição: www.saopaulopelavida.com.br agora mesmo! Hoje o Estado de São Paulo! Amanhã o Brasil! Por que não depois de amanhã o mundo!?

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Em Paris, protestos contra peça teatral blasfema


Assista o vídeo do protesto contra a peça blasfema:http://www.youtube.com/watch?v=EuPCF238ejI&feature=player_embedded
Ivan Rafael de Oliveria
Protestos em Paris contra peça teatral blasfema
Com um megafone numa mão e um terço na outra, em Paris, jovens católicos protestaram contra uma peça teatral blasfema.

De acordo com a agência ACI (27/10/11), desde o dia da estréia da peça chamada “Sobre o conceito do rosto do Filho de Deus”, do italiano Romeo Castelluci, um grupo de católicos do movimento “Renouveau français” tem feito vários protestos denunciando a “Cristianofobia”. A peça, como não podia deixar de ser, trata das piores baixarias. Em certo momento da representação, meninos atiram sujeiras contra uma grande figura de Nosso Senhor (O Cristo de Antonello di Messina).

Em uma das apresentações, alguns membros da “Renouveau français” compraram ingressos para protestar do próprio lado de dentro (Vídeo acima) do teatro. Eles subiram ao palco com um grande cartaz e nele se lia: “Cristianophobie, ça Suffit!” (Cristianofobia, basta!).

Do lado de fora, as manifestações continuaram, embora com repressões violentas por parte da polícia. Castelluci declarou debochadamente que “Eu os perdôo porque eles não sabem o que fazem”.
Emmanuel Demarcy-Mota, diretor do Teatro de Ville, rechaçou o boicote argumentando que este “espetáculo” já se apresentou em mais de uma dezena de países europeus sem “suscitar a mais mínima reação análoga”.

Curiosamente o jornal católico progressista “La Croix” publicou uma nota de aprovação à polêmica peça e condenando os protestos. Outros setores do clero têm sido mais ambíguos que claros entre tomar um partido e outro.

Muitos católicos parecem esquecer que Nosso Senhor disse: “Porque, se nesta geração adúltera e pecadora alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os seus santos anjos”. (São Marcos 8, 38)
Mais fotos:
http://www.leparisien.fr
Fonte: Site IPCO, 31-10-2011

Nenhum comentário: